HomeApavatApavat
Apavat

Apavat (3)

UMA MENSAGEM À GARCIA - APAVAT

Escrito por Segunda, 25 Março 2013 14:32 Publicado em Apavat 0

VENCEDORES

Um famoso palestrante começou um seminário numa sala com 200 pessoas, segurando uma nota de R$ 100,00 (Cem) reais. Ele perguntou: "Quem de vocês quer esta nota de R$ 100,00 ?" Todos ergueram a mão...Então ele disse: "Darei esta nota a um de vocês esta noite, mas primeiro, deixem-me fazer isto..." Aí, ele amassou totalmente a nota. E perguntou outra vez: "Quem ainda quer esta nota?" As mãos, continuavam erguidas...E continuou: "E se eu fizer isso..." Deixou a nota cair ao chão, começou a pisá-la e esfregá-la. Depois, pegou a nota, agora já imunda e amassada e perguntou: "E agora?... Quem ainda vai querer esta nota de R$ 100,00 ?" Todas as mãos voltaram a se erguer. O palestrante voltou-se para a platéia e disse que tinha ensinado uma lição: "Não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês continuaram a querer esta nota, porque ela não perde o valor". Esta situação também acontece com a gente... Muitas vezes, em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e ficamos nos sentindo sem importância. Mas, não importa, jamais perderemos o nosso valor. Sujos ou limpos, amassados ou inteiros, magros ou gordos, altos ou baixos, nada disso importa!...Nada disso altera a importância que temos!... O preço de nossas vidas, não é pelo que aparentamos ser, mas pelo que fizemos e sabemos! 

Agora reflita bem e procure responder a estas perguntas: 

1 - Nomeie as 5 pessoas mais ricas do mundo. 

2 - Nomeie as 5 últimas vencedoras do concurso Miss Universo. 

3 - Nomeie 10 vencedores do prêmio Nobel 

4 - Nomeie os 5 últimos vencedores do prêmio Oscar, como melhores atores ou atrizes. 

Como Vai? Mal né?... Difícil de lembrar???... Não se preocupe. Ninguém de nós se lembra dos melhores de ontem. Os aplausos vão-se embora! Os troféus ficam cheios de pó! Os vencedores são esquecidos! 

Agora responda a estas perguntas: 

1 - Nomeie 3 professores que te ajudaram na tua verdadeira formação. 

2 - Nomeie 3 amigos que já te ajudaram nos momentos difíceis. 

3 - Pense em algumas pessoas que te fizeram sentir alguém especial. 

4 - Nomeie 5 pessoas com quem transcorres o teu tempo. 

Como vai? Melhor não é verdade? As pessoas que marcam a nossa vida não são as que têm as melhores credenciais, com mais dinheiro, ou os melhores prêmios... São aquelas que se preocupam com você, que cuidam de você, aquelas que de algum modo estão contigo. Reflita um momento... A vida é muito curta!... Você, em que lista está?... Não sabe?... Permita-me te dar uma ajuda... Você não está entre os famosos, mas está entre aqueles que eu me lembro com carinho para mandar esta mensagem. 

Portanto meu amigo de fé, meu irmão, lembre-se que as pessoas que te querem bem, também gostam de receber um tratamento a altura do seu inter-relacionamento, gostam de ser lembradas nos mais sutis dos momentos, principalmente nos trejeito que os incomodam e que nem sempre você os leva em consideração. Dê uma oportunidade ao seu interior e verás que tudo vai ser diferente para o seu processo evolutivo na senda do aprimoramento emocional. Melhores dias virão, maior tolerância será desenvolvida e com isso, maior ganho de vida Social e familiar. A APAVAT, é o respeito a vida que almejamos em você, preserve. SE DIRIGIR NÃO BEBA, SE BEBER NÃO DIRIJA, pois dirigir não é lazer.

Carinhosamente, www.apavat.site.vu 

Carlos Gaia ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. )

Leia mais ...

PARLAMENTAR VOTA SEU PRÓPRIO AUMENTO

Escrito por Segunda, 25 Março 2013 14:15 Publicado em Apavat 0

VOCÊ É A FAVOR OU CONTRA O PARLAMENTAR EFETUAR O SEU PRÓPRIO AUMENTO SEM CONSULTA POPULAR ?

A volta por cima, da APAVAT 

Certo dia três estudantes passeavam no parque e, quando passaram por baixo de uma árvore frutífera (mangueira), uma manga verde caiu na cabeça de um deles. Como repreensão cortaram a árvore, as folhas, os galhos e o tronco. 

Passados muitos anos os três voltaram ao antigo parque, cada qual com um filho menino. Estes, pediram aos pais mangas maduras. Os pais atenderam ao pedido sem se darem conta que usufruíam de algo que um dia condenaram. 

Enquanto os meninos saboreavam os frutos, um deles se lembrou do ocorrido, duvidando em voz alta que esta tinha sido a árvore cortada. Foi então que uma voz ecoou da floresta alertando: 'Vocês não mataram a raiz, é dela que a árvore vive' ! 

A APAVAT, quase ficou esquecida, mas os acidentes por imprudência não acabaram e trazem de volta a importância de nossa associação ! DIRIGIR NÃO É LAZER ! Estar sempre ativa, em: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Por: Sylvio Machado, autor, criador, Fundador e Presidente Nacional de honra, (falecido em 2010).

 Estes exemplos de bem viver, é que fazem com tenhamos mais esperança no sagrado LEMA, a que sempre defendemos, DIRIGIR NÃO É LAZER, tenha em mente de que a pressa ao dirigir, não aproxima as distâncias e sim quase sempre nos leva ao perigo ou até MESMO À FATALIDADE. 

Leia mais ...

Sylvio Machado, nascido na Rua Pereira Nunes, Aldeia Campista ( hoje Vila Isabel), casado, pai de 4 (quatro) filhos, cursou o primário nas escolas públicas Afonso Penna, e Escola Argentina, e o ginásio no Colégio João Alfredo em Vila Isabel. Serviu ao Serviço Militar na PM do Rio de Janeiro dando baixa, voluntariamente, como graduado (1943 à 1946). No período seguinte, ingressou no trabalho autônomo como comerciante e pequeno Industrial, de 1946 à 1960. Em 1961 foi para a antiga Administração do Porto do Rio de Janeiro (Ministério dos Transportes), onde ficou até 1982. 

Exerceu cargos de Chefia, sempre ligado à segurança industrial. Como professor, exerceu função no antigo IMPA, IDORT e cursos nas empresas. Foi organizador do SHMT na cia Docas do Rio de Janeiro, e incentivador da CIPA, nessa empresa, sendo criador e incentivador em outras Empresas, participando inclusive na criação de evento de Conscientizarão da SEMANA da primeira CIPA no IBGE, no Complexo de Mangueira, onde em exposição, apresentou um coletânea de cartazes, recortes e reportagens de ACIDENTES ocorridos na ocasião, e também das palestras que acontecerão naquela semana de PREVENÇÃO DE ACIDENTES, considerando assim, ser a maior e melhor participação do trabalhador em relação à segurança no trabalho. 

Sylvio Machado, foi o Sócio número um e criador da AMABRAS – Associação de Moradores e Amigos de Brás de Pina em 1957, sendo esta a primeira Associação criada no asfalto. Foi Secretário da Zonal Leopoldina, um conglomerado de Associações de Moradores do Ramal de TREM, (estrada de Ferro) da Leopoldina. Presidente de vários Clubes e grupos de Escoteiros, organizador de festas públicas, para o jovem estudante, desfile cívicos, e presidente da Associação de Moradores de Engenho Novo. 

Foi Conselheiro Municipal de Saúde do Rio de Janeiro da área da AP 3-2 (Méier), por dois mandatos. Merecedor do prêmio de moções, assim como da medalha Dr. Pedro Ernesto, ambos oferecidos pela Câmara de Vereadores do Município do Rio de Janeiro. Tendo um grande número de profissionais da Saúde irmanados em sua maior campanha de prevenção de acidentes, a APAVAT, podendo-se, sitar entre tantos Dr. LIVALMIR, Diretor do Hospital do Méier, Dr. NORIVAL, o Ortopedista do PAN São Francisco, com sua Assistente Social ANA MARIA, o Cel PM JORGE DE PAULA FILHO, Comandante de 3o Batalhão da Polícia Militar, no Meier. Na área Comunitária, também é sitado os companheiros, Eduardo Costa da AMACACHA, HONORIO e o Mestre Eliete, da AMAPI, os Advogados Josué e Luiza de Marilac, recebendo todo apoio nesta sacrossanta jornada em benefício de menor violência no Trânsito, sempre estiveram prontos o Coordenador Geral da ZONAL SUBÚRBIO DA FAMERJ, o Sr, Cosme Urubatã de Oliveira e logo a seguir por Carlos V. Gaia eleito seu sucessor com maioria absolutas dos votos na Zonal, na eleição seguinte, presidida em substituição ( afastamento por acidente no trânsito) pelo então Presidente da Famerj o Sr.Chico Alencar . 

Sylvio criou a frase “DRIGIR NÃO É LAZER” e a APAVAT (Associação de Parentes e Amigos de Vítimas de Acidentes no Trânsito). Realiza palestras, seminários,conferências, desfiles escolares além de peregrinar pelas escolas e universidades pregando a Humanização do Trânsito desde 1981, ano que ocorreu a maior tragédia da sua vida, a morte de seu filho. 

Com seus 84 anos, dedica sua luta em homenagem ao seu filho Mauro Ribeiro Machado falecido em 1981 em acidente de trânsito. 

“agradeçe a todos os parentes e amigos que sempre o apoiaram nessa luta pela humanização no trânsito e, dedica este livro a todos que já sofreram algum tipo de acidente de trânsito.”

Leia mais ...